quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Janelas da vida...Janelas da alma

Casarão de Olinda( Foto 10/8/11)
Manhã de sol e ventania, abro as janelas para festejar o astro rei que ha tempo não aparecia. As janelas fazem parte das manhãs, assim como o nascer do sol. Gosto de casas com janelas, muitas janelas, elas me comovem e me fascinam, pois é através delas que vemos o mundo lá fora, é por elas que sentimos e percebemos a promessa de renovação da vida e a leveza líquida da luz do sol.  O que há por trás delas? Quanta vida e sonhos escondem?  Quantos momentos felizes ou tristes deslizam com o tempo na paisagem de uma janela? Gosto de escancará-las para permitir que o claro do dia ilumine suavemente cada recanto da casa e desfaça as brumas da noite. É por elas que aspiramos o suave perfume das flores, sentimos o cheiro da terra, das telhas úmidas do orvalho das manhãs. Ouvi dizer que os olhos são as janelas da alma e certamente as janelas são a alma das casas. Elas constituem um portal para o mundo exterior, para outro lado, o além de nossas vidas em quatro paredes, uma verdadeira ponte, um chamado para vida que palpita em harmonia com leis imutáveis da natureza. Delas podemos enxergar o tempo e a vida caminhando lado a lado,a troca gasosa da clorofila, os pássaros, por vezes até, as pessoas que passam ao longo da rua. É por elas que divisamos montanhas, vales e horizontes, fora e muitas vezes  dentro de  nós mesmos.
 Na memória das janelas há olhares, paixões, segredos antigos, e o mais importante, a espera, ou um adeus de alguém que passa... Há grande magia ao olharmos uma janela iluminada com cortinas de renda em noites de luar, perfumada com jasmins, cujos galhos insistem em bater com o vento em sua vidraça, despertando singelos e mágicos sonhos.
As janelas das casas permitem que ao debruçarmos sobre elas, olhemos para o céu e deslumbremos em noites de estrelas, as janelas de nossa alma...
Ana Coeli













6 comentários:

  1. A vida nos dá essas janelas, pena que muita gente as ignora!

    ResponderExcluir
  2. Lindo texto, Ana Coeli. Nestes dias estava vendo o Bom dia Brasil e o jornalista noticiou que uma criança que morava em um barraco, que não tinha nada, queria apenas uma coisa: uma janela. É isso,
    Ana, ela só queria uma janela. Ao ler o seu texto, agora, estou com uma enorme vontade de chorar. Ele me fez lembrar desta criança e de tantas milhares que só querem uma janela. Fico pensando como a janela d'alma desta pequenina , também, deva está vedada a espera de que alguém a conceda, apenas, uma oportunidade e possibilidade de fazê-la ver além. Uma janela, Ana, ela só queria uma janela...

    ResponderExcluir
  3. ... são no fundo, as janelas da nossa alma para o mundo.

    Muito bonito, Ana.
    beijinho
    oa.s

    ResponderExcluir
  4. Bom dia minha querida!
    Estava sumidinha,por conta do trabalho,que me consome todo final de ano,kkkkkkkk,mas é assim mesmo.Não deixo de ser feliz por isso.
    E esse poema que me levou numa viagem que fiz quando escrevi um poema com o titulo :
    POR TRÁS DA JANELA!

    Por trás da janela
    esconde-se quem fica no escuro
    por não querer descortinar o futuro
    muito menos sentir o compasso do seu coração

    Por trás da janela
    existem pessoas vivas
    que se tornam prisioneiras
    por medo de olhar o céu
    talvez medo da altura

    Por trás da janela
    se esconde do mundo cão
    para não ver nem as flores do jardim
    florescer e pode viver na solidão

    Por trás da janela
    não deixe à alma sangrar
    nem tranque seus sonhos
    deixe a beleza do acaso
    invadir seu ser...

    By Severa Cabral
    (escritora)

    Vc escreveu lindamente com a alma que carregas nesse coração amado,kkkkkkkk
    Amei vim por aqui e encontrar essa maravilha,na próxima visita quero algo ainda mais bonito para me encantar,kkkkkkkkkkkkkk
    Hoje vim trazer um convite especial.
    vá no meu cantinho comungar comigo da minha vitória da qual vc tbm faz parte.
    bjssssssssssss

    ResponderExcluir
  5. Oi, Ana... Passei para ver sua janela.
    Bj

    ResponderExcluir
  6. Queria ter uma janela para quando a abrisse pudesse desvendar os segredos da vida!
    Hermes Filho.

    ResponderExcluir